Arquivo do mês: julho 2010

A arte de ser simples


“Simplicidade é um conceito frutuoso e inescrutável. Sugere caminho único, concentração de forças. Talvez seja por isso que Rubem Alves tenha dito que ‘simplicidade é querer uma coisa só’. É verdade. Quando somos simples no que queremos é mais fácil … Continuar lendo

| Marcado com , | 1 Comentário

Onde está a humanidade?


“Esperamos como necessidade vital. Esperamos o amanhe­cer. Esperamos o entardecer. Esperamos a demorada cicatriza­ção da incômoda ferida. Esperamos um amor. Esperamos com­preensão. Compreensão apenas, amigo. Guimarães Rosa dizia que “esperar é reconhecer-se incompleto”. É na consciência de nossa incompletude que … Continuar lendo

Publicado em Palavras | Marcado com , | 2 Comentários

Ele tem pressa…


Eu e o Tempo. “Eu na trilha incerta dos meus passos,mergulhado na trilha incerta dos meus sonhos, vou percorrendo as estradas do mundo, deitando a toalha branca sobre os altares da humanidade e retirando do horizonte profano da vida a … Continuar lendo

| Marcado com , | Deixe um comentário

A Palavra Mágica


Certa palavra dorme na sombra de um livro raro. Como desencantá-la? É a senha da vida a senha do mundo. Vou procurá-la. Vou procurá-la a vida inteira no mundo todo. Se tarda o encontro, se não a encontro, não desanimo, … Continuar lendo

Publicado em Palavras | Marcado com , , | Deixe um comentário

Viver.


Carlos Drummond de Andrade Mas era apenas isso, era isso, mais nada? Era só a batida numa porta fechada? E ninguém respondendo, nenhum gesto de abrir: era, sem fechadura, uma chave perdida? Isso, ou menos que isso, uma noção de … Continuar lendo

| Marcado com , , | Deixe um comentário

Ser.


Que vai ser quando crescer? Vivem perguntando em redor. Que é ser? É ter um corpo, um jeito, um nome? Tenho os três. E sou? Tenho de mudar quando crescer? Usar outro nome, corpo e jeito? Ou a gente só … Continuar lendo

Publicado em Palavras | Marcado com , , | 4 Comentários